Um dia na Escolinha Flor da Infância, por Mana Cátia

O percurso até lá faz-se através da terra vermelha, aquela que só se vê em África, é um caminho sinuoso, onde não se percebe muito bem onde começa e acaba a rua. Andamos pouco mais de um quilómetro e estamos a ouvir as crianças a brincar lá fora no alpendre.

Os sorrisos e as caras de curiosidade chegam até nós já com algumas palavas, umas faladas outras sentidas através dos olhares. Meninos desde os 3 anos  que brincam e correm como se fossem mais velhos da escolinha primária.  A primeira coisa a fazer é tomar o mata-bicho (pequeno-almoço), não sem antes rezar e agradecer aquele leitinho tão precioso logo pela manhã. Depois é hora de cantar musicas tradicionais, fazer o comboio e cada um ir para  a sua sala.   Tudo o que vem depois é magia, pura magia no meio de África. Três professores ensinam o melhor que sabem quase sem recursos. A magia de quem acreditou que era possível e que todos os dias faz com que essa magia se transforme na aprendizagem do português, das cores, do alfabeto e dos números.  

São caras como estas que nos fazem acreditar que é possível e que se todos nós dermos um grão de milho, no fim vamos ter um pote cheio capaz de fazer um prato de comida para cada uma destas crianças.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s