Em S. Luisa…

Educação

Após as cheias a maior parte das escolas da cidade de Chókwe iniciaram as aulas na última semana de Fevereiro, visto que estas escolas não estavam em condições de retomar com as aulas, visto que as salas estavam cheias de lama, e com a perda dos documentos não tinham as listas dos alunos por cada sala. Pela perda de tantos dias de aulas, resolveu-se que haja aulas aos sábados de modo a se recuperar as aulas perdidas e prejudicar aos alunos.

Em Santa Luísa como se perdeu apenas uma semana resolveu-se alternar-se os sábados, isto é, sábado sim e sábado não, de modo recuperar as aulas perdidas. E com o lanche escolar que a UPG disponibiliza não se verifica ausências por parte dos alunos e estes não abandonam as aulas após o intervalo o que vinha acontecendo as vezes por parte de alguns alunos. Temos recuperado as crianças do projecto na sala de estudos, para que tenham um aproveitamento positivo.

Machamba escolar Neste momento está a decorrer a limpeza do todo o pátio escolar incluindo a machamba, como após cheias a escola virou uma floresta. Neste momento, estão a decorrer as actividades de limpeza do pátio e da machamba. Ao mesmo tempo que se faz limpeza na machamba decorre também a gradagem, de modo que nos próximos dias se lance à terra sementes de culturas diversas.

Saúde

Claro que após cheias algumas doenças foram surgindo devido ao que se comia naquele momento,assim como água imprópria que se bebia. Mas devido ao trabalho que a Irmã Esperança tem vindo a fazer, conseguiu-se controlar a situação em todas as crianças até este preciso momento.

Geração de rendimentos Após cheias fez-se visitas as mamãs que praticam actividade de geração de rendimento, constatou-se que o produto que tinham comprado em Janeiro para venda perderam durante as cheias, e que uma parte do dinheiro arrecadado, pela venda de produto do mesmo período foi gasta, na compra de alimentos. Visto que os alimentos eram caros e que comprava-se localmente o que os comerciantes tinham e que era a preços bem elevados, porque não havia passagem para Chókwe, nem sequer para outro canto de modo a se adquirir alimentos a preços baixos.    

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s