O extraordinário Professor Cinturão!

Hoje falamo-vos do extraordinário Professor Cinturão Albino Cinturão, actualmente bolseiro UPG, professor da 4ª Classe na Escola de S. Luísa de Marillac e tutor do apoio ao estudo aos alunos UPG.  

Cinturão foi um menino de pouca sorte, porque não teve a oportunidade de crescer com os seus pais – perdeu a mãe com 7 anos e o pai passado dois anos. Desde essa altura a sua vida complicou-se, ficando responsável pelas duas irmãs mais novas. Fez de tudo para que as irmãs continuassem a estudar e da 8ª à 10ª classe conseguiu ser apoiado pelos tios, para que ele próprio não deixasse de estudar. Os tios não conseguiram dar continuidade ao apoio financeiro e o Professor Cinturão foi forçado a ficar dois anos sem estudar e a trabalhar numa gasolineira.  

Com o pouco dinheiro angariado neste trabalho, em 2009 o Professor concorreu ao Instituto de Formação de Moçambique, onde se formou como Professor de 1º ciclo. Foi colocado numa região muito longe da sua família, onde passou mais uma vez dificuldades durante 5 anos, com comunicação praticamente nula e sentindo-se a perder as suas capacidades e possibilidade de progressão na carreira.  

Mas a vida sorriu-lhe em 2014, ano em que foi colocado como Professor na Escola de SLM, onde começou a usufruir do apoio da bolsa UPG para que conseguisse terminar os seus estudos. Quase a fazer 29 anos, o Professor Cinturão é hoje mais um caso de sucesso e de persistência – ocupa as suas manhãs a dar aulas, a tarde a dar apoio ao estudo aos alunos UPG e das 17h45 até às 22h45 frequenta o 11º ano em regime nocturno. Sonha em entrar para a universidade, para se licenciar em Filosofia.

Muito grato e emocionado pelo “Pequeno Grande” Gesto que a UPG fez por ele, deixou-nos uma carta de agradecimento aos financiadores que tornaram possível o seu sonho de terminar o secundário:  

“Tenho o prazer e louvo este apoio que recebi pela UPG, de me ter dado uma bolsa na continuidade dos estudos. Eu já me sentia como uma pessoa vazia e sem esperança de que ia voltar a sentar-me novamente numa carteira, por ter estado os cinco ano parados e sem ver qualquer saída.Fiquei muito impressionado e com alegria quando recebi a bolsa da UPG, sinto-me agora como um Homem novo. Sinto-me renascido. Já estou na 11ª classe, na perspectiva de dar continuidade até à faculdade, para adquirir mais conhecimento na minha carreira profissional e desenvolver a minha capacidade mental. Quero continuar a ajudar as crianças a ler e escrever, conseguindo vencer o analfabetismo no seio familiar. Em meu prazer de alegria mando um grande abraço e carinho aos meus financiadores, que já me deixam alegre no meu dia-a-dia. De Moçambique,Cinturão Albino Cinturão “

One comment

Leave a Reply to cris Cancel reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s