"Isso não é humano"

“Terminou o primeiro dia de trabalho na escola São Vicente de Paulo. Um dia que começou bem cedo, como é costume. Muitos alunos têm de sair de casa às 4h/5h da manhã, para percorrer longos caminhos até à escola onde têm direito a uma refeição, que para muitos, é a única refeição do dia.Começámos o dia a recolher informação com a irmã Alice, sobre as condições de vida da comunidade de Chokwé.

A irmã falou-nos sobre a situação de uma família que vive em condições muito precárias, dizendo que eram das famílias mais pobres daquela região. Após termos visto algumas imagens, não conseguimos ficar parados e fomos imediatamente para o local onde eles viviam. Deparámo-nos com uma situação de pobreza extrema. Era uma “casa”, com cerca de 6 metros quadrados, construída com ramos de árvores, pedras, trapos e lama. Não tinha porta e estava completamente exposta a perigos. Viemos a saber que vivem lá cinco crianças, duas delas muito pequenas.

Estas crianças são órfãs e quem toma conta delas é o avô, já bastante idoso e doente que vive numa tenda, mesmo ao lado.O avô delas não falava Português, apenas Changana, o dialecto da província. Foi-lhe comunicado que iriamos fazer todos os esforços para os ajudar. Em primeiro lugar, fazer com que as crianças sejam transferidas para uma outra escola, que é mais perto da sua residência e onde beneficiariam de uma refeição.

Experienciar as condições de vida destas crianças foi chocante.”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s